Confira 5 manutenções básicas com o carro antes de levar ao mecânico

As manutenções básicas do carro partem principalmente do dono do veículo, portanto, nem sempre há necessidade de levá-lo ao mecânico. Existem manutenções que podem ser feitas dentro da própria garagem.

Um dos itens fundamentais para evitar o carro ferver ou até mesmo fundir o motor é conferir a água e óleo. Nesses casos, por exemplo, o motorista deve verificar antes de ligar o veículo.

Por isso, confira dicas importantes para não ter prejuízos com o automóvel.

5 manutenções básicas para realizar no carro antes de ir ao mecânico

Os itens que todo motorista deve conferir no automóvel, são: nível de óleo, fluído de arrefecimento, fluído de freio, pneus e palhetas do limpador. Essas manutenções básicas no carro evitam transtornos e prejuízos para o dono do veículo.

Nível de óleo

manutencoes-basicas-com-o-carro

No abastecimento do carro nos postos de gasolina, a maioria dos frentistas perguntam sobre o nível de óleo. Como o motor do veículo está quente, naturalmente a vareta de óleo vai apontar que está baixo.

A conferência sempre deve ser realizada antes de ligar o carro, para não sofrer alterações. Dessa forma, o motorista vai saber o nível correto de óleo.

Para verificar, o condutor deve abrir o capô do veículo (em um local plano), puxar a vareta de óleo, limpar com algum papel ou pano, colocar novamente e retirar. Após esse procedimento, na ponta da vareta será possível identificar o nível, mais na ponta indica pouco óleo e mais próxima da parte superior está máxima.

Assim, não terá problema em fundir o motor do veículo, já que normalmente fica em um valor bem alto e ainda precisa de um período longo para ficar no mecânico.

Fluído de arrefecimento

fluido-de-arrefecimento

Assim como no caso do nível de óleo, geralmente os frentistas oferecem para verificar o fluído de arrefecimento. Porém, o próprio condutor pode fazer a análise, abrindo a tampa de cor amarela ou azul, sendo do reservatório de água.

Quando o motorista confere o nível de água, ele evita ferver o veículo e danificar o radiador do carro.

Caso a água esteja abaixo com frequência, pode ser problema na mangueira de água que pode estar furada ou a abraçadeira não esteja apertada o suficiente.

Mas vale destacar que a conferência não pode ser feita com o motor quente, já que o motorista pode sofrer queimaduras ou até mesmo a tampa ir no rosto, por conta da pressão.

Fluído de freio

fluido-de-freio

Para não ter que esperar a luz no painel indicar a falta de fluído de freio, é importante o motorista olhar a quantidade de líquido disponível no reservatório. Sendo assim, caso esteja abaixo, o carro pode ficar sem freio ou não funcionar da forma correta.

O reservatório do fluído de freio fica localizado ao lado esquerdo do motor, no mesmo lado do motorista.

No próprio reservatório, há possibilidade de saber se está abaixo ou não. Caso a troca tenha sido realizada no período correto e mesmo assim não esteja no nível certo, é recomendável ir a um mecânico para fazer um reparo imediato.

Pneus

pneus-ruins

O desgaste dos pneus é natural com a rodagem do veículo, por isso, o condutor deve sempre verificar se está em boas condições de uso. E não são somente os pneus carecas que estão sujeitos a multa.

Para facilitar a vida dos motoristas, as montadoras colocam ao lado dos pneus as iniciais TWI (indicador de desgaste da banda de rodagem, em inglês). Ao localizar, o condutor deve passar os dedos no pneu e verificar se os sulcos (os buracos originais que vêm junto ao friso) estão na indicação correta.

É possível notar um ressalto (como uma lombada) no fundo do sulco. Já nos pneus dianteiros é mais fácil localizar, basta virar o volante totalmente para fora para saber como está sua vida útil.

Caso o pneu não esteja dentro da norma, o condutor está sujeito a levar multa de R$195,23, mais 5 pontos na CNH.

Palhetas

palhetas-de-parabrisas

O item mais fácil de ser checado, mas que os motoristas acabam esquecendo são as paletas. Principalmente no período de chuva, elas são fundamentais para o condutor conseguir verificar bem a pista.

Para saber as condições, molhe o vidro e veja se está limpando o para-brisas sem vibrações ou ruídos.

Ainda assim, no caso de trocas, não é indicado comprar paletas em vendedores ambulantes de semáforos. Procure a concessionária ou lojas especializadas na marca para efetuar a compra.

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.
    Tire suas dúvidas