Carro batido: como identificar se o veículo já foi recuperado?

A compra do veículo exige certos conhecimentos, para não correr o risco de adquirir um automóvel com restrições nos órgãos de trânsito ou com problemas mecânicos. Um outro detalhe importante que se deve avaliar é a procedência, se já foi um carro batido ou de seguradora.

Normalmente, o veículo de seguradora com sinistro tende a desvalorizar, por ter sofrido colisão, enchentes ou até mesmo pegado fogo. Todavia, a parte estrutural do automóvel e a dirigibilidade do automóvel podem ser afetadas.

Carro batido: como identificar alterações no veículo?

Existem formas de reconhecer as avarias que o automóvel passou, seguindo 5 dicas importantes.

Chassi

chassi-do-carro

Um dos compartimentos mais importantes do veículo é o chassi, local onde determina a identificação do automóvel e auxilia no reconhecimento de fraudes. Além disso, verificar se há sigla “REM”, de remarcado, significa que houve alterações.

Se tiver acontecido alguma batida, pode ter acertado a estrutura do veículo ou são indícios de roubo ou adulteração da numeração do chassi.

Diferenças de cor

lanternagem-carro

A cor original fica identificada na CRLV do veículo, porém, mesmo assim as empresas de funilaria podem deixar vestígios. A verificação correta da tonalidade deve ser feita em um ambiente iluminado, para que não passe nada despercebido.

Dessa forma, comparar peças como carroceria, para-lamas e para-choque contribuem para saber se já houve colisão. Como a pintura é feita somente no local atingido na batida, será perceptível observar a diferença de brilho e cor.

Portas

porta

Analisar o carro de frente para notar o alinhamento da porta e verificar na parte de trás do veículo para observar a lateral, são as melhores formas de saber se já houve troca.

Ainda assim, caso esses jeitos não sejam suficientes, outra possiblidade é abrir a porta algumas vezes e atentar se quando fechar precisará de força excessiva, que podem ser sinais de empeno.

Capô

capo

Passar a mão no capô para averiguar possíveis ondulações causadas por algum impacto ajuda a identificar colisões antigas. Os amassados podem sinalizar possíveis sinistros em seguradoras.

Faróis e lanternas

farol-carro

Os desgastes dos faróis e lanternas acontecem com o decorrer do tempo, mas o brilho maior em uma das lanternas pode indicar que o carro já foi batido ou teve alguma ocorrência. Contudo, para realizar esse procedimento de teste é necessário que os faróis e lanternas estejam acesos.

Existe algum site para fazer uma checagem do carro?

Sim. No site CheckAuto é possível fazer uma análise completa do veículo, onde estará disponível as ocorrências antigas e novas, além de saber se o automóvel já foi de leilão.

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.
    Tire suas dúvidas