Confira 3 motivos para ‘comprovar’ se você dirige bem ou não

Dirigir não é tão simples como as pessoas imaginam, além da atenção redobrada, o motorista deve ficar ligado na maneira que está sendo realizada essa condução. Com isso, os hábitos errados definem também a capacidade do condutor, para “comprovar” se dirige bem ou não.

Não basta ser tranquilo, saber passar a marcha no tempo certo ou acelerar. Além disso, o condutor precisa evitar procedimento inadequados, de forma a não prejudicar os compartimentos do automóvel.

Veja 3 atitudes que comprovam se você dirige bem ou não

Após conseguir tirar a primeira CNH, é normal os motoristas começarem a criar manias na direção que podem até desgastar certas partes do veículo.

  1. Não dirija com pé na embreagem

pe-na-embreagem

Nos carros de câmbio manual, o item mais utilizado é a embreagem, devido a necessidade de passar marcha. Portanto, pode ser o utensílio mais afetado, por ser muito acionado e desgastar com mais rapidez.

Dessa forma, pisar excessivamente no pedal esquerdo prejudica ainda mais a sua vida útil. O hábito é comum principalmente nas paradas do semáforo, mas não é correto.

Se o procedimento for feito da maneira certa, a embreagem será trocada com 60 mil KM. Caso contrário, o tempo diminuirá de acordo com a propulsão exercida.

  1. Aceleração e freada brusca

aceleracao-excessiva

O motorista deve respeitar os limites de velocidade das vias e não ultrapassar o permitido. Assim, não será preciso frear bruscamente e estará evitando risco de colisões.

A prática incorreta desgasta o motor, freios, suspensão e até pneus, além de aumenta o consumo de combustível. Sendo assim, o recomendável é pisar mais suave nos pedais e trocas as marchas no momento certo, sem forçar o motor.

  1. Dirigir próximo ao veículo da frente

distancia-minima-veiculos

Conforme ensinado na Auto Escola, é importante que o motorista mantenha uma distância mínima de três veículos do automóvel da frente. Se ficar muito “colado”, a possibilidade de se envolver em um acidente é ainda maior.

Qualquer desatenção no volante fará com que o condutor pise no freio fortemente e, possivelmente, bata no veículo da frente.

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.

    Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.