Confira os 5 alarmes mais utilizados nos veículos e suas funcionalidades

Um dos itens fundamentais no carro é o alarme, com função de prevenir assaltos e alertar o dono do veículo. Com isso, o motorista tem mais tranquilidade para estacionar seu automóvel quando tem o acessório instalado, mas existem vários no mercado e nem todos oferecem a mesma qualidade. Pensando nesse aspecto, listamos 5 tipos de alarmes para facilitar na hora da compra.

Saiba mais: Dicas de postura ideal para dirigir e evitar dores na coluna

Tipos de alarme

1.Perimétrico

Protege em caso de aberturas das portas, tendo como acionamento um sinal sonoro. Porém, o alarme perimétrico não dispara se o capô ou o porta-malas for aberto, porque não tem sensor de movimento e se, caso os vidros forem quebrados, também não será ativado. Dentre todos os alarmes, é considerado com menos funcionalidades.

2.Volumétrico

Diferentemente do alarme perimétrico, o volumétrico oferece o benefício de disparar em caso de movimentos bruscos, como a quebra dos vidros. Portanto, se for identificado qualquer ação indevida, automaticamente será ativado, assim como se as portas forem abertas sem o acionamento do alarme.

3.Sensor de movimento adaptado

O sensor de movimento adaptado tem a funcionalidade de identificar quando há uma atitude suspeita e a pessoa fica muito tempo parada próxima ao carro. Mas, normalmente, o dispositivo é instalado em carros mais novos, que têm o acelerômetro captando movimentos do carro. Do mesmo modo, se tiver a tentativa do veículo ser removido do local que foi estacionado – como, por exemplo, um guincho – seu sinal sonoro será acionado.

4.Bloqueador de freios e parte elétrica

Um dos mais antigos do mercado, necessita de tetra chave para seu acionamento, com o dono do veículo ativando o sistema e desligando toda a parte elétrica do automóvel. Assim que o ladrão ligar o carro e começar a dirigir, os freios vão travar e o veículo não sairá do lugar.

5.Rastreadores

De todos os alarmes citados, o rastreador é o que oferece mais benefícios, já que o dono do veículo pode verificar sua localização em caso de furto ou roubo. Sendo assim, basta ligar para a central de monitoramento que o automóvel será desligado e o alarme será disparado.

Assine nossas novidades

Fique tranquilo, não enviamos spam.
Tire suas dúvidas