Confira 5 dicas para motociclistas iniciantes evitarem acidentes no trânsito

Tirar carteira de moto se tornou ainda mais difícil, pelos critérios analisados e a quantidade de examinadores na pista. O nervosismo aliado com a falta de prática influencia na reprovação dos condutores e afeta negativamente no psicológico.

exame-de-moto

Por isso, passar no exame se tornou uma missão complicada, mas faz com que os motociclistas iniciantes consigam pilotar com mais tranquilidade quando estiverem na rodovia. Dessa forma, a intenção do Detran foi diminuir a quantidade de acidentes nas rodovias.

Mesmo com o risco iminente de colisões, o número de motociclistas no Brasil aumentou significativamente, segundo dados da Abraciclo. Entre o ano de 2009 a 2019, houve crescimento de 54% de emissão nas CNHs categoria A.

Para os motociclistas que acabaram de tirar carteira, é importante seguir algumas dicas para evitar acidentes no trânsito e poder pilotar sem medo.

Confira 5 dicas para motociclistas iniciantes

A condução correta depende de uma série de fatores que facilitam na hora de pilotar e, consequentemente, ajudam os motociclistas iniciantes. Portanto, para começar, os condutores devem posicionar o corpo, usar equipamento certo, sinalização, cuidar dos pneus e evitar corredores.

  1. Posicionar o corpo na moto

A ansiedade e o nervosismo podem prejudicar na hora de pilotar em vias movimentadas, desfavorecendo na condução. Os itens fundamentais para manter o equilíbrio em cima da moto é o condutor manter as pernas presas ao tanque e segurar firme no guidão.

motociclistas-iniciantes

Conseguindo adquirir esses hábitos certamente a possibilidade de cair é menor, já que o motociclista estará bem apoiado.

  1. Equipamento correto

Em busca de se proteger de situações adversas, o motociclista precisa, obrigatoriamente, estar sempre com capacete. Os mais recomendáveis são aqueles com queixeira inclusas, considerados mais seguros em caso de quedas.

equipamentos-de-moto

Complementando, os condutores podem adquirir jaquetas, luvas e botas, para proteger outras partes do corpo. O recomendável para os dois últimos itens é evitar sola da bota grossa e o mesmo serve para as luvas, sendo que, tanto nos pés quanto nas mãos o motociclista pode perder a sensibilidade.

  1. Sinalização

Obedecer a sinalização no trânsito é de suma importância, pensando na em conduzir o veículo com segurança e auxiliar aos outros motoristas. Ainda mais no caso de motocicletas, as setas são fundamentais para facilitar na mudança de faixa e não ocasionar acidentes.

sinalização-no-transito

Além disso, respeitar as placas nas vias, semáforos e faixas de pedestre agregam para uma condução consciente.

  1. Cuidar dos pneus

Os pneus em boas condições de uso fazem a moto manter dirigibilidade correta possibilitando contato ao solo. Para que a motocicleta tenha estabilidade é necessário que as rodas estejam no tamanho padrão e a calibragem seja feita de acordo com o manual.

pneu-de-moto

Seguindo essas recomendações, as motocicletas não consomem tanto combustível e ainda oferecem segurança ao condutor.

  1. Evitar corredores

Apesar de ser um hábito comum dos brasileiros, conduzir a moto no meio dos carros – o famoso “corredor” – aumenta ainda mais a possibilidade de acidentes.

corredor-de-moto

O recomendável é pilotar nas faixas da direita com distância mínima de 12 a 15 metros, o que daria de dois a três carros.

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.
    Tire suas dúvidas