Veja 5 coisas que os motoristas não devem fazer no carro

Conservar o carro contribui para um melhor funcionamento do sistema mecânico e oferece maior segurança ao motorista. Dessa forma, hábitos incorretos podem interferir diretamente no desgaste do motor e peças relacionadas.

Principalmente no momento do desespero, quando o veículo para na via por algum problema, por exemplo, o condutor deve verificar o manual do proprietário antes de tomar qualquer atitude. Caso faça um procedimento errado, o automóvel pode ter a parte mecânica afetada e prejudicar outros compartimentos.

Por isso, veja dicas das coisas que os motoristas não devem fazer no carro.

5 coisas que os motoristas não devem fazer no carro

  1. Colocar água fria no reservatório

agua-fria-no-reservatorio

Esquecer de encher o reservatório é muito comum, mas pode causar danos reais no radiador do veículo. Todavia, o motorista só vai notar quando o carro ferver se a fumaça do capô subir ou a luz no painel acender.

Nesse momento, o condutor deverá parar o automóvel imediatamente em um local, preferencialmente, seguro, e ligar o pisca-alerta. O procedimento correto é esperar o carro esfriar o motor para abrir a tampa do reservatório, de modo que a pressão não faça a tampa subir e machucar o motorista.

O próximo passo é colocar água, que não deverá ser fria, para não estragar o radiador e o motor, por conta do choque térmico.

  1. Muito óleo no motor do carro

óleo-no-motor

Para conferência do óleo no motor, o motorista deve estar com um papel ou pano para retirar o excesso da vareta, recolocar no local e tirar novamente. Assim, será possível saber o nível de óleo no motor.

Porém, esse processo deve ser feito no momento em que o carro estiver com o motor frio, para saber exatamente se será necessário adicionar mais óleo. O correto é utilizar o óleo de acordo com o manual do proprietário para não misturar.

A quantidade excessiva de óleo pode impactar na câmara de combustão , onde chega somente combustível, e prejudicar até mesmo as velas do motor.

  1. Pouco combustível no tanque

carro-na-reserva

Não é recomendado transitar com o veículo na reserva, porque pode causar danos na bomba de combustível e diminuir a vida útil.

  1. “Cantar” pneu

pneu-careca

O ato de “cantar pneu” na curva desgasta o pneu e pode danificar a roda e suspensão do veículo. Caso o automóvel apresente essa deficiência, o motorista deve alinhar o automóvel para evitar riscos de acidentes.

Mas há casos de condutores que fazem derrapagem para dar cavalo de pau, considerada passível de multa, sendo considerada infração gravíssima (7 pontos) e com valor multiplicado por 10, ou seja, R$2934,70.

O motorista ainda pode ter suspenso o direito de dirigir, ter apreensão e remoção do veículo e recolhimento da CNH como medida administrativa.

  1. Excessos de chaves na ignição

chaves-na-ignicao

O chaveiro cheio pode danificar a chave do carro e o tambor de ignição, devido ao peso. É possível causara ainda problemas de travamento no dispositivo.

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.
    Tire suas dúvidas