Veja a importância de manter a manutenção na corrente da moto

Os apaixonados por motos sabem que é preciso ter uma boa manutenção para que ela dure por bastante tempo. Porém, existem aqueles “marinheiros de primeira viagem” que ainda não entenderam a importância de revisões no período correto, principalmente na corrente da moto.

Algumas peças para motos que tem uma certa importância, como a boa manutenção da corrente. Pensando nisso, trouxemos um conteúdo que, além de explicar a sua importância, separamos algumas dicas de manutenção para você aprender a cuidar melhor de alguns detalhes da sua moto.

Acompanhe para saber mais!

A importância da corrente da moto para o conjunto de transmissão

A corrente da moto é importante pois liga a caixa de câmbio à roda traseira da moto, transferindo a energia do motor e transformando em tração. Portanto, ela precisa aguentar o impacto dessa força, além da energia cinética provocada pela movimentação da roda.

Isso pode fazer com que a moto realize um esforço excessivo e, por consequência, ela pode perder a potência e, em alguns casos, a quebra do pinhão.

As consequências mais graves: o travamento de um elo, rompimento ou se a corrente escapar de uma das engrenagens, pode causar um acidente devido à perda de tração ou travamento repentino da roda. Isso, em alta velocidade, pode trazer consequências severas ao motoqueiro.

De fato, a corrente é um dos itens mais importantes da moto e precisa ser zelada. Mas os cuidados são variados, desde mais simples como passar óleo em casa, até uma manutenção preventiva e corretiva em um mecânico de confiança.

Saiba mais: Capacetes de moto: quais são aceitos e quais são proibidos?

Entenda os diferentes tipos de barulho do motor da moto

Moto na quarentena: quais os cuidados devem ser tomados na pandemia?

Dicas para manter uma boa manutenção da corrente da moto

A manutenção preventiva ou corretiva de uma corrente é essencial para poder pilotar a moto com mais segurança. Isso garante também a conservação de todo o conjunto de transmissão. Separamos algumas dicas que podem ser úteis em seu dia a dia, confira:

Limpeza

limpeza-corrente-da-moto

Antes de realizar a lubrificação da corrente, é preciso fazer uma boa limpeza para tirar o resto de óleo antigo, detritos e outras sujeiras que podem aparecer. Dessa forma, uma boa limpeza entre os elos da corrente faz a diferença nesse momento.

A melhor forma de limpar uma corrente é com produto específico que, além de limpar, mantém a corrente em ótimo estado. Por isso, use uma escovinha e esfregue suavemente entre os elos da corrente, sempre girando a roda para que a corrente ande.

Verificação

revisão

Toda manutenção da corrente depende de uma boa verificação manual e visual. É preciso observar para identificar se a corrente apresenta uma aparência luminosa e úmida, isso indica que a lubrificação está em dia.

Através da verificação manual é que se confere a tensão da corrente. É recomendado que faça uma revisão uma vez por semana, dependendo da frequência com que a moto é usada. Caso perceba que ela está um pouco mais frouxa, procure um mecânico de confiança para realizar o reparo.

Lubrificação

limpar-corrente

A lubrificação ideal de uma corrente deve ser feita a cada 400 ou 500 km. Dependendo da forma de uso e os locais, esse número pode ser reduzido.

É necessário usar produtos lubrificantes para manter a corrente saudável. Usar óleo lubrificante de corrente de motor com alta viscosidade, evitando muita graxa ou óleo de lubrificação geral.

Alinhamento

alinhamento-da-moto

A corrente desalinhada pode ocasionar torções nos elos e, por consequência, um desgaste excessivo da coroa e do pinhão da motocicleta. O desalinhamento da corrente pode ocorrer na troca de um pneu, por exemplo. Sendo assim, é preciso estar bem atento quando for trocar o pneu ou fazer uma manutenção corretiva. Para corrigir a corrente desalinhada, é preciso usar os esticadores laterais para manter a roda da moto alinhada.

Tensão

tensionamento

A tensão da corrente deve ser ajustada sempre que houver alguma folga excessiva. Geralmente, no manual do proprietário da moto é possível encontrar qual a folga ideal, de modo que possa ter um bom funcionamento. Todavia, esse número varia entre 1,5 a 2,0 cm.

Verificar os detalhes da moto pode fazer com que a saúde do veículo dure mais. Por isso, fique atento nas correntes e outros pontos de funcionamento da motocicleta para uma volta tranquila!

Assine nossas novidades

    Fique tranquilo, não enviamos spam.

    Tire suas dúvidas